Real vence Bolamense e vê a classificação para as quartas encaminhada

Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

Por João Marcelo

Desesperado no Candangão, o Bolamense chegou à sétima rodada sem nenhum ponto conquistado, amargando a última posição. Seu adversário, o Real Futebol Clube, ocupava a quinta colocação com dez pontos. A tarde com muito frio em Ceilândia e a situação complicadíssima do mandante, afastaram os torcedores do estádio. Quando o árbitro da partida apitou o fim do jogo, o Real deixou a classificação bem encaminhada e o Bolamense vendo a Segundinha mais próxima.

Logo em um dos primeiros lances de perigo, a rede já balançou. Nelisson ganhou na corrida do lateral Yan e cruzou para dentro da área, o arqueiro Clébio ainda tentou cortar, mas a bola sobrou para Rangel empurrar para o fundo do gol. Logo após, mais perigo pro lado do Bolamense. Rangel cortou pro meio da área e acertou o travessão, assustando o goleiro Clébio. Com a posse de bola para o Real, o segundo gol era questão de tempo.

O Real continuou atacando a equipe de Bolama e causando sustos na pequena torcida que estava presente no estádio Abadião. Mas o que causou mais preocupação foi a contusão do goleiro Clébio, que caiu sentindo bastante o ombro e precisou da ajuda médica presente. Apesar da aparente lesão do goleiro, o Real pouco atacou em boa parte do primeiro tempo. No fim, Lucas Amorim aproveitou a falha da defesa e marcou o segundo gol, fechando a etapa inicial.

Antes do início do segundo tempo, um fato curioso chamou a atenção: as áreas dos goleiros foram pintadas, acreditem, somente no intervalo. Entre o primeiro tempo e o segundo, há apenas 15 minutos de intervalo, tempo curto para a secagem da tinta, que saiu durante o jogo. Voltando ao jogo, o segundo tempo começou igual ao clima no estádio Abadião, frio. Com pouquíssimas chances para ambas equipes, os goleiros não tiveram trabalho.

Apesar das dores no ombro, Clébio foi o nome da etapa final. Com três boas defesas, conseguiu anular o ataque realense. A primeira, em uma bela cobrança de falta, a segunda em um lance em que saiu cara a cara com Vinicius e a última em outro lance de frente com Daniel Guerreiro. E com o Real tentando o terceiro gol e sem efetividade, o árbitro Marcelo Rudá apitou o fim da partida e a tendenciosa queda do Bolamense. 

Com mais uma derrota na competição, o Bolamense continua sem pontuar na competição, com um impressionante saldo negativo de 20. O Real chegou a terceira vitória e somou mais três pontos, agora tem 16 e na quarta colocação momentânea. Na oitava rodada, o lanterna da competição enfrenta o Capital às 15:30 da próxima quinta (14) no estádio Abadião. O Real recebe o Taguatinga na próxima terça (12) às 15:30 no estádio Mané Garrincha.



ESTÁDIO ABADIÃO, CEILÂNDIA - DF
7 DE MARÇO DE 2019 - 7ª RODADA
PÚBLICO: 53 PAGANTES - RENDA: R$ 53,00

BOLAMENSE 0
Clébio; Yan (Cesinha), Jorginho, Alysson, Cláudio; Davi, Emerson (Luisinho), Vitinho; Reis, JP (Barreto) e Louco Abreu.
Técnico: Farley Santos

REAL 2
Léo Rodrigues; Caíque, Hyago, Eduardo, China; Robinho, Andrei Alba, Kaká (Vinícius); Nelisson (Pedrinho), Lucas Amorim e Rangel (Daniel Guerreiro).
Técnico: Paulo Pereira

Postar um comentário

0 Comentários