Paracatu demite Joel Cornelli e busca novo técnico para a sequência do Candangão

Foto: Reprodução/Facebook

Por Danilo Queiroz

Após apostar no planejamento antecipado e montar um elenco numeroso e com bons valores, o Paracatu despontou como um dos principais favoritos ao título do Campeonato Candango. Porém, dentro de campo a história está sendo escrita de forma diferente. Com uma campanha regular, o time mineiro ocupa a oitava posição na tabela e o mau desempenho acabou sobrando para o técnico Joel Cornelli.

Após ser contratado no fim de outubro, o comandante da Águia acabou sendo demitido nesta segunda-feira. Em nota oficial, a diretoria do Paracatu informou que a decisão foi tomada após "uma longa reunião na noite do último domingo (10/3)". Na manhã do mesmo dia, o time mineiro veio ao Distrito Federal e acabou sendo derrotado pelo Sobradinho em partida válida pela sétima rodada do torneio local.

Segundo a assessoria de imprensa do Paracatu, o novo comandante será definido, no máximo, nesta terça-feira (12/3). Ao todo, o diretor de futebol Alisson Guirra e os demais cartolas da Águia trabalham com três nomes para substituir Cornelli. Apesar da saída do treinador, toda a comissão técnica que realizou o trabalho continuará prestando serviços ao clube até o fim da temporada do futebol candango.

No mesmo comunicado em que anunciou a demissão de seu treinador, os dirigentes mineiros aproveitaram para agradecer o trabalho que foi feito pelo profissional dentro do clube. Em sete partidas no comando do Paracatu, Joel Cornelli alcançou duas vitórias, dois empates e três derrotas. Os tropeços foram diante de Gama, Sobradinho e Brasiliense. A falta de sequência de vitórias do time acabou minando a permanência de Cornelli na equipe.

Postar um comentário

0 Comentários