Intransponível: Brasiliense vence mais uma e segue sem levar gols

Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Por Stefany Fernanda


A tarde de sábado começou com o jogo entre Brasiliense x Formosa. O jogo foi interrompido aos 2 minutos por conta de um enxame de abelhas. Após 37 minutos paralisado, o jogo retornou. Dois minutos após o enxame ser controlado, houve uma cobrança de falta, Alex Murici cruzou, Almir cabeceou e balançou a rede no Serejão. Jacaré continua quebrando o recorde de maior tempo sem ser vazado na história do torneio local.

O Brasiliense se mostrou ofensivo, com uma boa proposta de jogo. Formosa criou umas chances de gols em cobranças de escanteio. Primeiro tempo acabou com poucas chances criadas pelo Formosa. Aproveitando o jogo ofensivo, Jacaré se lançava ao ataque para tentar construir as jogadas, mas, falhou no momento de balançar mais vezes a rede e aumentar a vantagem. E saiu para o intervalo com o placar apenas de 1x0.

O segundo tempo começou com o time da casa deixando o visitante muito mais a vontade. Aos 5 minutos, o Formosa obrigou Sucuri a fazer uma bela defesa. Aos 9 minutos, o Jacaré quase aumentou o placar, mas o arqueiro Matheus impediu a festa da torcida. Aos 25 minutos, com passe do Morais, Romarinho quase balançou a rede no Serejão. Porém, o segundo tempo ficou marcado por mais faltas, mas nenhum gol.


Na próxima rodada, o Brasiliense enfrentará o Luziânia, quarta-feira (13), às 19:30. E o Formosa viaja à Ceilândia para enfrentar o time da casa, na próxima terça-feira (13), às 15:30. O Brasiliense está contando com um deslize do seu maior rival, Gama, para assumir de vez a liderança do campeonato. Com mais essa vitória, Brasiliense chega a 19 pontos, o Formosa continua com apenas 6 pontos.




ESTÁDIO SEREJÃO, TAGUATINGA (DF)
9 DE MARÇO DE 2019 - 7ª RODADA
PÚBLICO: 593 PRESENTES - RENDA: R$ 3.380,00


BRASILIENSE 1
Escalação: Edmar Sucuri; Alex Murici, Lucio, Antônio Carlos, Gleissinho; Geovane, Erick Flores, Emerson, Almir (Morais); Reinaldo (Gilvan) e Romarinho (Maikon Leite).
Técnico: Adelson de Almeida

FORMOSA 0
Matheus; Jair Junior; Elton; Paganelli; Agenor; Glauber; Roque Netto; Foguinho; Jessui (Maxwell); Rato (Everton Cezar); Jean Bala

Técnico: Heli Carlos

Postar um comentário

0 Comentários