Será que vem? Júnior vira incógnita no Formosa

O veterano lateral pode não retornar da sua aposentadoria.

Foto: Reprodução

Por João Marcelo

Anunciado pelo Formosa como grande destaque para a disputa do campeonato candango 2019, o lateral Júnior pode não jogar pela equipe goiana. O pentacampeão com a seleção brasileira em 2002 estrearia somente na sétima rodada, contra a equipe do Brasiliense e enfrentaria o seu companheiro de Copa do Mundo, o zagueiro Lúcio. Porém, um desentendimento nas negociações pode frustar os planos do Tsunami do Cerrado.

Sem muitos destaques em seu elenco, o Formosa anunciou que contaria com Júnior em seu plantel. O lateral-esquerdo está sem jogar desde 2010, quando defendeu o Goiás em 14 oportunidades. Mesmo com nove anos parado, a diretoria do Formosa apostou na qualidade técnica que o atleta poderia trazer para o clube. Acreditavam também que a condição física do jogador poderia ser recuperada, visto que o próprio Júnior mantinha uma rotina de exercícios.

O currículo de Júnior é vasto, começo no Vitória, ida ao Palmeiras, onde se notabilizou pela qualidade acima da média. Foi no clube paulista também que o lateral recebeu a primeira convocação para a seleção brasileira. Sua primeira experiência no exterior foi no Parma (ITA), onde atuou durante quatro anos e teve o ápice na carreira, disputando e vencendo a Copa do Mundo em 2002. Após, Siena, São Paulo, Atlético Mineiro e por fim, Goiás.

A negociação de Júnior com o Formosa estava concretizada e o atleta era esperado neste fim de semana para ser apresentado a torcida. Porém, a transação entre clube e jogador não foi da maneira que o próprio atleta e seu empresário esperavam. O representante do atleta alegou que, pelo seu entendimento, o acerto era somente para um jogo festivo e não para a disputa do campeonato estadual. Com isso, o casamento entre Júnior e Formosa pode acabar sem nem ter começado.

Postar um comentário

0 Comentários