Estreia com o pé direito: Cerrado Basquete começa com vitória na Liga Ouro

Com homenagem a Boechat, Cerrado iniciou briga pelo acesso com vitória
Foto: Divulgação/Cerrado Basquete

Representando o Distrito Federal na Liga Ouro pela segunda temporada consecutiva, o Cerrado Basquete começou a competição de forma bastante positiva e mostrando que o caminho pode ser bem diferente do apresentado um ano atrás. Neste sábado (16/2), o Verdão recebeu Rio Claro (SP) no Ginásio da Iesplan pela primeira rodada da divisão de acesso para o Novo Basquete Brasil (NBB) e estreou com vitória por 68 a 61.

O time candango começou a partida imprimindo um ritmo bastante forte em busca de se colocar à frente do marcador. Também querendo estrear de forma positiva, o time paulista fez questão de mostrar suas credenciais. Com isso, o primeiro quarto foi bastante equilibrado. Mesmo à frente, o Cerrado pecava nos arremessos livres, o que impediu uma vantagem maior. No fim, o time verde terminou o período com 19 a 15 no placar.

Perdendo o jogo, o Rio Claro voltou para o segundo quarto de partida disposto a dar trabalho para os brasiliense. Porém, o Cerrado começou bem e chegou a abrir seis pontos de frente. Aproveitado as sucessivas falhas da equipe do Distrito Federal tanto na defesa quanto no ataque, o time paulista conseguiu pular na frente no jogo. Melhor na parte ofensiva, os visitantes conseguiram ir para o intervalo vencendo por 35 a 31.

No terceiro período, as cobranças do técnico Ronaldo Pacheco surtiram efeito. Tanto que o time voltou mais organizado e conseguiu tirar a diferença dos paulistas logo nos primeiros minutos da etapa. Impecáveis defensivamente, os brasilienses também não davam espaço atrás e dificultavam o jogo para a equipe de São Paulo. Continuando firme, o Cerrado Basquete não só virou o jogo como abriu uma boa diferença no marcador e fechou o quarto vencendo por 53 a 43.

Com a vantagem, o Verdão do Cerrado precisou apenas administrar o marcador para conquistar a vitória dentro de casa. Se aproveitando das faltas, os brasilienses mantiam sempre uma vantagem confortável na dianteira do jogo. Aproveitando o consaço dos jogadores do Rio Claro, os brasilienses passaram a trabalhar com oito pontos na frente, mantendo a diferença até o estouro do cronômetro. Fim de jogo: Cerrado Basquete 68 x 61 Rio Claro.

O armador Patrick Carioca, ex-Bauru, Minas, Caxias e Mogi no NBB CAIXA, mostrou logo de cara que será o grande condutor da campanha do Cerrado na Liga Ouro. O jogador de 25 anos registrou um duplo-duplo de 17 pontos e 13 rebotes e ainda contribuiu com sete assistências. Quem também se sobressaiu foran ala Danilo Sena, ex-Pinheiros, o armador Luis Mendonça e o ala Jhonny, todos com dez pontos.

Na próxima segunda-feira (19/2), o Verdão volta à quadra do Ginásio da Iesplan para disputar seu segundo jogo na Liga Ouro. Às 20h, o Cerrado Basquete recebe a equipe do São Paulo em confronto direto pelas primeiras posições na tabela. Com apenas um jogo, os brasilienses ocupam o quarto lugar atrás de Londrina, Campo Mourão e do próprio tricolor paulista. Os dois primeiros, porém, já têm dois jogos na divisão de acesso.

Postar um comentário

0 Comentários