Em clássico corrido, Brasiliense derrota Ceilândia e cola na ponta do Candangão

Foto: Divulgação/Brasiliense

Por Lucas Espíndola

Em posições distintas na tabela, Ceilândia e Brasiliense se enfrentaram na manhá deste domingo (17/2) no estádio Abadião. O alvinegro começou a rodada na 9ª posição, com apenas cinco pontos conquistados em 12 disputados e precisava muito da vitória para entrar no G-8 do Campeonato Candango. Já o Jacaré começou a rodada na vice-liderança com 10 pontos, sendo seguido de perto pelo Luziânia, com os mesmos 10 pontos.

O clássico da paz, como é conhecido o jogo entre Ceilândia x Brasiliense, começou morno e truncado. O Jacaré tomou a iniciativa, buscando mais o ataque, mas sem muita objetividade. Em cobrança de falta perigosa à favor do time amarelo, Victor Brasil fez uma boa defesa e impediu que os visitantes abrissem o placar. Na sequência, em boa troca de passes, Erick Flores chutou de fora da área, mas foi bloqueado pela marcação.

Em boa jogada pela direita, Reinaldo bateu cruzado e Erick Flores completou para o fundo das redes, mas foi assinalado impedimento. Na primeira tentativa do Ceilândia, Kabrine bateu uma falta perigosa da intermediária e o goleiro Sucuri fez uma boa defesa. Foi o único lance de perigo à favor do Gato preto no primeiro tempo. Aos 41 minutos de jogo, finalmente o gol saiu na partida. Almir cobrou a falta no ângulo, Victor Brasil fez uma bela defesa. Na sobra, Geovane meteu a bola no fundo das redes.

Na segunda etapa, o Ceilândia entrou mais ligado querendo mostrar quem manda no Abadião. Em falta cobrada na área por Kabrine, a zaga do Brasiliense falhou e deixou o zagueiro Cocada sozinho, mas ele se atrapalhou com a bola e não conseguiu finalizar. Em bela jogada pela direita, Gago cruzou rasteiro na área e o atacante Formiga finalizou de letra, mas o bandeirinha já estava assinalando impedimento. Mesmo com a pressão do time alvinegro, quem marcou novamente foi o Brasiliense. 

Aos 13 minutos em cobrança de falta pela direita, Gleissinho subiu e mandou a bola no barbante. Logo após o gol, o Gato Preto tentou responder com uma sapatada de fora da área do zagueiro Cocada, que passou tirando tinta da trave. Mesmo estando na frente do placa,r o time amarelo não abdicou de atacar e foi em busca do terceiro gol.

Aos 37 minutos, o Brasiliense chegou com perigo pela direita com Erick Flores, mas o bandeirinha já assinalava o impedimento. Aos 39 minutos, Peninha cruzou na área e o zagueiro Lúcio carimbou o travessão do goleiro Victor Brasil. No fim, quem se deu bem foi o Brasiliense, que permaneceu na vice liderança do Campeonato Candango


Na sexta rodada do Campeonato Candango 2019, o Ceilândia irá até o estádio Bezerrão, para enfrentar o time do Santa Maria, no sábado (23/2), às 15h30. Já o Brasiliense receberá o Capital, que vem de uma boa vitória em cima do Taguatinga, no estádio Serejão, também no Sábado (23/2), às 10h.

              

ESTÁDIO ABADIÃO - CEILÂNDIA/DF
17 de fevereiro de 2019
Público: 520 pagantes - Renda: 2.370,00

CEILÂNDIA 0
Victor Brasil, Murilo, Jerferson, Cocada, Kabrine; Helinho, Gago, Michel e Gabriel; Formiga e Wallace.
Técnico: Jairo de Almeida

BRASILIENSE 2
Sucuri, Alex Murici, Lucio, Antônio Carlos, Geovane, Gleicinho, Emerson martins, Erick Flores, Reinaldo, Almir e Luquinhas.
Técnico: Adelson de Almeida

Postar um comentário

1 Comentários

Comente a notícia