Ceilândia perde muitas chances e fica no zero com o Taguatinga no Serejão

Foto: Danilo Queiroz/Distrito do Esporte
Por Danilo Queiroz

A manhã de domingo na quinta rodada do Campeonato Candango de 2019 foi marcada por muita chuva. Além do temporal que atingiu o estádio Serejão durante a partida entre Ceilândia e Taguatinga, os dois times também protagonizaram um show de chances de gols perdidas. Com a falta de pontaria, as equipes acabaram ficando na igualdade de 0 a 0.
No primeiro tempo, a falta de qualidade das equipes deixava o jogo bastante trucado com uma série de faltas e passes errados dos dois lados. Um pouco mais incisivo que o Taguatinga, o Ceilândia foi quem criou as melhores oportunidades e esteve mais próximo de abrir o placar em pelo menos dois lances criados.

No primeiro, o atacante Caio Miranda teve grande chance frente a frente com o goleiro Diogo Marins, que acabou levando a melhor e realizando grande defesa. Na sequência, foi a vez do atacante Wallace sair livre e de frente com o arqueiro do Taguatinga. Porém, na hora do chute, o jogador alvinegro pecou na finalização e acabou carimbando a trave da Águia.

Começando mais animada, a segunda etapa começou com os dois times buscando espaços para tirar o zero do marcador e levar os três pontos. Mais agressivo, o Ceilândia era quem criava as melhores oportunidades, porém, faltava tranquilidade no último passe ou no momento de concluir a jogada. Do lado do Taguatinga, a sina dos erros se repetia.

Com a forte chuva que caiu no Serejão a partir da metade do segundo tempo, o jogo ficou ainda mais amarrado. As duas equipes passaram a apostar nos erros para tentar chegar ao gol. Aos, 34 Wallace teve boa chance, mas Diogo Marins fez boa defesa. Aos 35, em cobrança de falta, Kabrine acertou uma bomba, mas a trave novamente impediu o gol alvinegro e manteve o zero no placar. 

            
ESTÁDIO SEREJÃO
10 de fevereiro de 2019
Público: 275 - Renda: R$ 2.060,00

TAGUATINGA 0 

Diogo; Amaral (Jô Baiano), Índio, Felipe Lira e Renato Marcell; Alex Piauí, Leandro Lima (Weslley Brasília), Rodrigo Menezes e Jhonatan; João Felipe e Kelvin .
Técnico: Ricardo Antonio.

CEILÂNDIA 0

Victor Brasil; Murilo, Cocada, Felipe Marcelino (Jefferson) e Kabrine; Helinho, Michel Jardim e Gago; Formiga, Wallace e Caio Miranda (Gabriel).
Técnico: Jairo Araújo.

Postar um comentário

0 Comentários