Brasiliense vence Capital, quebra recorde histórico e assume ponta provisória do Candangão

Foto: Divulgação/Brasiliense

A tarde de sábado foi de bastante festa para o Brasiliense no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga. Pior para o time do Capital, que acabou derrota por 2 a 0. A vitória amarela no jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Candango é bastante emblemática: além de assumir a ponta provisória de forma invicta, o Jacaré quebrou o recorde de maior tempo sem ser vazado na história do torneio local. O anterior, de cinco jogos, pertencia ao Tiradentes e havia sido estabelecido em 1982.

Mostrando bastante ímpeto ofensivo, o Brasiliense tinha uma leve superioridade, mas com uma boa proposta de jogo, o Capital também tentava criar lances de perigo. Explorando bastante as jogadas pelas laterais, o time amarelo chegou ao primeiro gol aos 11 minutos de jogo. Após bate e rebate dentro da área, o atacante Reinaldo demonstrou oportunismo e empurrou a boa para o fundo da rede do goleiro Ricardo Luiz

Confortável com a vantagem, o time da casa deixou os visitantes se soltarem mais no jogo. Porém, o Capital falhava na hora de ameaçar o Brasiliense com mais intensidade. Aproveitando sua força ofensiva, Jacaré, também se lançava ao ataque para tentar construir as jogadas, mas, assim como a equipe visitante, pecava no momento de balançar a rede e aumentar a vantagem. Com isso, o intervalo chegou com o mesmo placar.

Na segunda etapa, Brasiliense e Capital voltaram mais equilibrados. Aos 23, a Coruja ficou no quase. Após Gabriel Alves acertar bom chute, a bola foi caprichosamente na trave do goleiro Edmar Sucuri. Com o susto, o Jacaré passou a buscar mais versatilidade com a intensão de encontrar o segundo gol e frear a empolgação do time visitante. Em contra-ataque, Romarinho teve espaço em campo, mas, na hora de finalizar, esbarrou em boa defesa de Ricardo Luiz.

Ainda chegando com bastante perigo e aproveitando a falta de gás do Capital, o Brasiliense chegou ao segundo gol aos 32 minutos do segundo tempo, quando Geovane aproveitou bom cruzamento de escanteio do lateral-esquerdo Gleisinho e cabeceou para o fundo da rede para fechar o placar e garantir a vitória amarela. Com os três pontos, o Jacaré assumiu a ponta provisória do Candangão com 16 pontos.

Agora, os dois times terão um intervalo de duas semanas até o próximo compromisso pelo torneio local. Novamente jogando em casa, o Brasiliense receberá o Formosa, em 9 de março, às 15h30 no estádio Boca do Jacaré. No dia seguinte, será a vez do Capital entrar em campo dentro de seus domínios para enfrentar o Santa Maria, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Os dois jogos serão válidos pela sétima rodada do Candangão.

               
ESTÁDIO BOCA DO JACARÉ, TAGUATINGA (DF)
23 DE FEVEREIRO DE 2019 - 6ª RODADA
PÚBLICO: 806 TORCEDORES - RENDA: R$ 4.490,00

BRASILIENSE 2
Edmar Sucuri, Alex Murici, Lúcio, Antônio Carlos e Gleisinho; Geovane, Emerson Martins, Almir (Radamés) e Peninha (Gabriel); Reinaldo e Luquinhas (Romarinho)
Técnico: Adelson de Almeida

CAPITAL 0
Ricardo Luiz, Marcos Douglas, Medeiros, Daniel Felipe e Romarinho; Ives (Sandy), Gabriel Alves, Lacerda e Paulinho; Klysman (Thiago Thomaz) e Paulinho (Matheus Rogério)
Técnico: Rafael Toledo

Postar um comentário

0 Comentários