Brasiliense cria chances, mas fica no zero com o CRB e está fora da Copa do Brasil

Foto: Divulgação/Brasiliense

Por Danilo Queiroz

O Brasiliense está eliminado da Copa do Brasil 2019. Na tarde desta quarta-feira (13/2), o Jacaré recebeu o CRB, no estádio Serejão, e acabou empatando pelo placar de 0 a 0. Jogando melhor e criando chances, o time amarelo acabou não conseguindo furar a retranca regatiana. Com a eliminação do clube, o Distrito Federal não tem mais representantes na competição nacional.

Precisando da vitória para se classificar para a segunda fase da Copa do Brasil, o Brasiliense passou a buscar o ataque de forma incessante. Aos 6, Alex Murici fez boa jogada e cruzou bem, mas Romarinho finalizou para fora. Aos 8, foi a vez do CRB assustar. Hugo Sanches mandou um torpedo de longe e obrigou o goleiro Edmar Sucuri a realizar boa defesa.

Após o susto, o Brasiliense voltou a criar as melhores oportunidades. Aos 12, Alex Murici assustou em chute de fora da área. Aos 16, após outra boa jogada do lateral-direito amarelo, Romarinho finalizou dentro da área e Edson Mardden fez a defesa. Um minuto depois, o Jacaré chegou de novo. Depois de sobra, Peninha finalizou forte e o goleiro alagoano novamente impediu o gol.

Melhor no jogo, o time amarelo teve nova chance aos 23, mas Romarinho cabeceou para fora. Aos 33, Romarinho jogou no meio da área de bicicleta a torcida pediu pênalti após a bola tocar no braço de um defensor regatiano. Na sobra, Reinaldo não conseguiu finalizar. Um minuto depois, o camisa sete recebeu de Peninha e Edson fez grande defesa para salvar o CRB.

No segundo tempo, o Brasiliense voltou com o mesmo ímpeto ofensivo. Tanto que logo no primeiro minuto, Peninha já arriscou de longe, mas mandou para fora. Aos 3, Badhuga desviou cobrança de falta, mas Edson pegou sem dificuldade. Aos 16, Reinaldo até chegou a balançar a rede, mas o juiz marcou falta do atacante em dividida com o goleiro regatiano.

Com o passar do tempo, o Jacaré acabou ficando mais lento e criando menos chances. Com a defesa do CRB mais organizada, o time amarelo passou a ter bastante dificuldade e a apostar nos chutes de fora da área. Com espaço, o CRB teve a melhor chance do jogo aos 40 minutos do segundo tempo, quando Victor Rangel bateu bem, mas parou no travessão.

Danilinho teve uma outra oportundidade para os visitantes logo na sequência, mas o jogador acabou bateu sem força e mandou a bola para as mãos do goleiro Edmar Sucuri. Peninha teve uma última chance aos 50, mas Edson defendeu a cobrança de falta. Sem fôlego, o Brasiliense acabou não conseguindo furar a marcação regatiana e deu adeus precoce à Copa do Brasil.

              

BRASILIENSE 0
Edmar Sucuri; Alex Murici, Lúcio, Badhuga e Romano; Geovane (Luquinhas), Emerson, Peninha e Almir (Erick Flores); Reinaldo (Afonso) e Romarinho

Técnico: Adelson de Almeida

CRB 0
Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho, Edson Henrique e Guilherme; Claudinei, Mateus Silva e Ferrugem; William Barbio (Danilinho), Hugo Sanches (Felipe Menezes) e Zé Carlos (Victor Rangel)

Técnico: Roberto Fernandes

Postar um comentário

0 Comentários