Em jogo animado, Real e Paracatu ficam na igualdade no Mané Garrincha

Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

Por Lucas Espíndola

Praticamente colados na tabela do Campeonato Candango, Real (5ª posição com 9 pontos) e Paracatu (7ª posição com 7 pontos) eram separados apenas pelo Ceilândia na classificação. O time da casa entrou na 6ª rodada com moral após a goleada sobre o Santa Maria por 4 a 1. Já os mineiros também vinham de vitória: três pontos conquistados em cima do Bolamense, no estádio Frei Norberto, em Paracatu. Em jogo eletrizante no Mané Garrincha, Real e Paracatu empataram em 1 a 1.

Real e Paracatu entraram em campo com o objetivo de se firmarem no G-8 da competição. O jogo começou pegado e quem teve a primeira chance de gol foi o time visitante. Em falta cobrada por Danilo Itaporanga, a bola passou tirando tinta da trave esquerda da meta do goleiro. Mesmo jogando fora de casa, a Águia não ficou na defensiva. Aos 8 minutos, Davi roubou a bola da defesa, invadiu a área, driblou o goleiro, mas mandou a bola para fora. Nessa altura da partida, só dava Paracatu.

O Real só teve a primeira chance aos 17 minutos do 1º tempo, Andrei Alba arriscou de fora da área, mas a bola passou ao lado direito do gol, sem perigo. Aos 19 minutos, o time da casa jogou um balde de água fria no Paracatu, Filipe Cirne cruzou e Balotelli, meio sem jeito, empurrou para o fundo da rede. Após a parada para hidratação, o jogo ficou morno. Depois de alguns minutos, com o jogo cadenciado, o Leão chegou com perigo em um chute de fora da área de Roger Gaúcho, que obrigou o goleiro Gabriel a fazer uma bela defesa. 

O segundo tempo começou eletrizante. Aos 2 minutos da segunda etapa, a Águia teve um pênalti a seu favor. Danilo Itaporanga bateu no canto esquerdo do goleiro e converteu, mas o juiz mandou voltar a cobrança. Ele bateu novamente, dessa vez do lado direito do goleiro, mas a bola passou raspando a trave e foi para fora. Aos 6 minutos, Nelisson partiu para o ataque contra dois marcadores, botou a bola por cima do goleiro, que conseguiu espalmar para fora. 

Aos 14 minutos, o time visitante chegou com perigo. Leandro Aguilar fuzilou de dentro da área, Léo fez um bela defesa, e impediu o empate do time mineiro. Aos 21 minutos, China chutou de fora da área no contrapé do goleiro Gabriel, que tirou a bola de cima da linha. Aos 38 minutos, o Paracatu teve a chance de empatar o jogo. Em jogada pela direita, Cecel sozinho chutou cruzado para fora. Aos 42 minutos, Davi sozinho dentro da grande área, encobriu o goleiro Léo, e empatou o jogo.
Com o resultado, Real e Paracatu se seguem firme no G-8.

Na sétima rodada, o Leão do Planalto irá visitar o Bolamense, no estádio Abadião, em Ceilândia, às 15h30 na quinta-feira (7/3). Já Paracatu irá viajar até Sobradinho, no domingo (10/3), para enfrentar o Leão da Serra, no estádio Augustinho Lima, às 11h Lembrando que o Campeonato Candango irá fazer uma pausa de uma semana devido às festas de Carvanal.

          

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRINCHA, BRASÍLIA (DF)
24 DE FEVEREIRO DE 2019 - 6ª RODADA
PÚBLICO: 243 PAGANTES RENDA: 1.710,00


REAL 1
Léo Rodrigues; Caíque, Hyago, Wesley e China; Graxa (Manoel), Andrei Alba, Filipe Cirne e Igor Balotelli (Robinho); Roger Gaúcho e Nelisson
Técnico: Paulo Pereira

PARACATU 1
Gabriel; Henrique, Breno, Hícaro e Danilo Itaporanga; Pierre (Maycon Alagoano), Acerola (Igor Pato) e David Manteiga; Davi, Cecel e Leandro Aguiar
Técnico: Joel Cornelli

Postar um comentário

0 Comentários