Panorama do Candangão: veja o que cada time precisa para alcançar os objetivos

Arte: Danilo Queiroz/Distrito do Esporte

Por Danilo Queiroz

Ao menos onze dias. Esse é o tempo que os times que disputam a primeira divisão do Campeonato Candango terão disponíveis somente para treinamentos durante a pausa do torneio local para o Carnaval. Para alguns, o período servirá como tentativa de preparação para um recomeço. Já outros, poderão utilizar o tempo disponível para ajustar pequenos detalhes para chegar voando baixo na segunda fase da competição.

A pausa para a folia acontece justamente no momento em que a etapa de classificação do Candangão chega na sua metade. Com seis rodadas disputadas, Gama e Brasiliense dividem a liderança com 16 pontos (o alviverde leva a melhor no saldo de gols, primeiro critério para desempate). Na outra ponta da tabela, Santa Maria (com um ponto) e Bolamense (ainda zerado) são as únicas equipes que ainda não venceram no torneio local.

Na briga por uma vaga no G-8, a disputa está bem mais embolada. No momento, sete pontos estão separando o terceiro (Luziânia, com 13 pontos) do oitavo colocado (Capital, com 6 pontos) na classificação do Candangão. Ainda fora da zona que leva para a etapa mata-mata da competição, Formosa (também com 6 pontos, mas fora pelo número de vitórias) e Taguatinga (com cinco pontos) ainda estão no vivos no páreo.

Com 50% da principal fase do Campeonato Candango concluídos, já é possível saber qual o objetivo de cada time. Além disso, também já existe condição de calcular o que falta para cada um chegar até lá e assim focar na sua preparação, direcionado os esforços exatamente para a missão que necessita concluir. Os números expostos abaixo representam o cenário atual do Candangão e podem diminuir conforme os próximos resultados.

Última colocada na tabela, a Onça Pintada tem pela frente o desafio de se livrar do rebaixamento. A conta, porém, é bastante complexa: tradicionalmente, o número mágico para escapar da queda no Candangão são sete pontos. Além de começar a pontuar urgentemente, a equipe de Bolama também precisará torcer para que Taguatinga e Formosa não pontuem. Outro vilão é o péssimo saldo de gols negativo acumulado. Pode cair já na 8ª ou 9ª rodada.

Próximos jogos: Real (C) - Capital (C) - Santa Maria (F) - Formosa (C) - Brasiliense (F)

Do lado do Jacaré, a vaga para a segunda fase já está praticamente assegurada. O time amarelo precisa de somente um empate para confirmar matematicamente a classificação. Neste momento, o segundo objetivo é garantir a vaga no G-4 e assim ter vantagem de definir a vaga nas quartas de final em casa. Para isso, precisa conseguir mais sete pontos, podendo chegar ao objetivo no clássico contra o Gama na 9ª rodada ou até na rodada anterior.

Próximos jogos: Formosa (C) - Luziânia (F) - Gama (F) - Sobradinho (C) - Bolamense (C)

No momento, a Coruja briga em duas frentes: primeiro, eliminar de vez qualquer chance de queda. Para isso, basta vencer os próximos dois jogos (coincidentemente contra os clubes que estão atualmente no Z-2) para afastar qualquer problema. Já por uma vaga no G-8, a briga deve se estender até a última rodada, já que está empatado em pontos com o Formosa e um à frente do Taguatinga. A meta, a curto prazo, é melhorar o saldo de gols, que hoje é de -6.

Próximos jogos: Santa Maria (C) - Bolamense (F) - Real (C) - Paracatu (F) - Formosa (F)

Com oito pontos, o Ceilândia dificilmente terá problemas com rebaixamento. Como não tem confronto direto com os clubes do Z-2, precisa de mais duas vitórias para eliminar matematicamente o risco, o que pode diminuir caso os concorrentes percam. Para confirmar um lugar nas quartas de final, a missão é mais complexa. Como está somente dois pontos à frente do Formosa (primeiro fora do G-8), deve brigar por uma vaga até o fim. Se ir bem, garante um posto na 10ª rodada.

Próximos jogos: Gama (C) - Formosa (C) - Sobradinho (F) - Luziânia (F) - Paracatu (C)

Primeiro time fora da zona de classificação para a segunda fase, o Tsunami do Cerrado precisa remar, primeiro, para zerar as chances de queda. O time alviverde pode escapar matematicamente com mais sete pontos, mas esse número pode cair nas próximas rodadas dependendo do desempenho dos times do Z-2. Pela vaga nas quartas, pode brigar até a última rodada. Tem vantagem por ter um saldo próximo aos concorrentes diretos, mas precisa ganhar.

Próximos jogos: Brasiliense (F) - Ceilândia (F) - Luziânia (C) - Bolamense (F) - Capital (C)

Atual líder do Campeonato Candango, o alviverde está em situação bastante confortável na tabela do Candangão. Um empate na próxima rodada já garante o time gamense no G-8. Para assegurar uma posição entre os quatro melhores times da primeira fase, a conta também não é muito complexa: matematicamente, este objetivo pode ser conquistado se o Periquito conseguir sete pontos, o que pode acontecer no clássico contra o Brasiliense na 9ª rodada ou antes, caso os rivais não pontuem.

Próximos jogos: Ceilândia (F) - Sobradinho (C) - Brasiliense (C) - Real (F) - Taguatinga (C)

Também bem colocado na classificação geral, o Azulino também não está muito longe de alcançar as metas em vista no Candangão. Atualmente com 13 pontos, o time goiano pode garantir a vaga na segunda fase com, no cenário atual, quatro pontos. Para conseguir um lugar entre os quatro melhor, deve demorar um pouco mais. Se tudo der certo, a vantagem de definir em casa pode acontecer na 10ª rodada.

Próximos jogos: Taguatinga (F) - Brasiliense (C) - Formosa (F) - Ceilândia (C) - Real (C)

Com oito pontos, a Águia mineira ainda tem remotas chances de rebaixamento, mas isso já deve ser zerado na próxima rodada, caso vença. Por uma vaga no G-8, a briga deve se estender até as últimas rodadas do Candangão. Em sétimo lugar na classificação do Candangão, precisaria contar com uma ótima combinação favorável de resultados para ultrapassar os clubes que estão na sua frente e chegar ao G-4. O foco no momento é melhorar o saldo, defasado frente aos concorrentes diretos.

Próximos jogos: Sobradinho (F) - Santa Maria (C) - Taguatinga (F) - Capital (C) - Ceilândia (F)

Em quinto lugar na tabela com dez pontos, o Leão do Planalto precisa, no cenário atual, de mais nove pontos para se confirmar entre os oito primeiros da competição local. Ainda com chance de garantir uma vaga entre os times que terão vantagem na próxima fase, o time auri-anil depende apenas de suas forças, já que tem a mesma pontuação do Sobradinho, atual quarto colocado com 10 pontos. Tem a vantagem de ter um saldo positivo, mas precisa acumular vitórias.

Próximos jogos: Bolamense (F) - Taguatinga (C) - Capital (F) - Gama (C) - Luziânia (F)

Com apenas um ponto e em 11º lugar (posição que decreta o rebaixamento no Candangão), a Águia precisa remar bastante para fugir da degola. Assim como o Bolamense, tem uma missão ingrata. Na história, a conta para chegar aos sete pontos (número mágico para escapar da queda). Além de começar a garantir pontos, precisa torcer contra Taguatinga e Formosa. Apesar de ainda ter chance, o péssimo saldo de gols pode acabar minando o sonho.

Próximos jogos: Capital (F) - Paracatu (F) - Bolamense (C) - Taguatinga (C) - Sobradinho (F)

Atualmente em quarto lugar com dez pontos, o Leão da Serra está em uma briga particular com o Real em busca de uma vaga no G-4 e a consequente vantagem de definir a vaga nas quartas em casa. O duelo por essa posição deve ir até o fim do Candangão. O que está mais palpável no momento é assegurar uma posição no G-8. Na atual conjuntura, precisa conseguir mais três vitórias (ou nove pontos) para não ter problemas.

Próximos jogos: Paracatu (C) - Gama (F) - Ceilândia (C) - Brasiliense (F) - Santa Maria (C)

O TEC é um dos clubes que está entre a cruz e a espada no Candangão. Por um lado, pensa em conseguir mais sete pontos, isso se os clubes abaixo tiverem um desempenho perfeito. Caso contrário, o número-chave deve cair e facilitar a vida da Águia. Já a briga pelo G-8 pode se estender até a última rodada do torneio local. Com saldo de gols parelho aos rivais, precisa acumular pontos e torcer contra quem está na frente.

Próximos jogos: Luziânia (C) - Real (F) - Paracatu (C) - Santa Maria (F) - Gama (F)

Postar um comentário

0 Comentários