Real fecha com o técnico Paulo Pereira para a temporada 2019

Treinador levou o Primavera (SP) ao título da quarta divisão paulista em 2018
Foto: Divulgação/Primavera

Os doze clubes que disputarão o Campeonato Candango de 2019 continuam seguindo o planejamento para chegarem fortes na competição local. Nesta terça-feira (06/11), o Real anunciou o nome que comandará a equipe na próxima temporada. Paulo Pereira, irmão gêmeo do também técnico Silas, foi o nome escolhido pela diretoria do Leão para comandar o elenco em busca da taça de campeão do Distrito Federal.

Durante boa parte da sua carreira, Paulo trabalhou principalmente integrando a comissão técnico do seu irmão em clubes de grande expressão no futebol nacional, como Flamengo, Grêmio e Avaí. Já como atleta profissional, o agora técnico do Real teve passagens no futebol português, onde jogou com as camisas de Porto, Benfica e Vitória de Guimarães. No Brasil, o único clube defendido foi o São Bento (SP).

Paulo Pereira esteve em Brasília nesta terça-feira (06/11), quando teve o primeiro contato com o clube que irá dirigir nos próximos meses. O treinador conheceu a estrutura do Leão e o planejamento para a disputa da próxima temporada. O último trabalho profissional do técnico foi no comando do Primavera (SP) durante a conquista da Série B1 do Campeonato Paulista, equivalente à quarta divisão do futebol de São Paulo.

O treinador levará consigo um profissional para compor sua comissão técnica no Real durante a disputa do Campeonato Candango de 2019, o auxiliar técnico Gérson Ramos, ex-volante da Ponte Preta-SP e que trabalhou com Paulo Pereira durante sua passagem pelo futebol do interior paulista. A estreia do Real no torneio local da próxima temporada será diante do Ceilândia, ainda em local a ser definido.

Candangão 2019


O Campeonato Candango de 2019 será a 61ª edição organizada pela Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF). Assim como na atual temporada, o torneio terá a participação de 12 equipes: Bolamense, Brasiliense, Capital, Ceilândia, Formosa, Gama, Luziânia, Paracatu, Real, Santa Maria, Sobradinho (atual campeão) e Taguatinga.

O molde de disputa se manterá: fase classificatória, quartas de final, semifinais e final. Na primeira fase, as doze equipes jogarão entre si. As oito melhores avançarão para as quartas de final, enquanto os dois últimos colocados serão rebaixados para a segunda divisão. Na sequência, os times se enfrentarão em sistema de mata-mata até a determinação do campeão local.

Postar um comentário

0 Comentários