Faltando 78 dias para o Candangão, alguns clubes são incógnitas
Arte: Danilo Queiroz/Distrito do Esporte

Com os últimos detalhes do Campeonato Candango de 2019 definidos em reunião do conselho arbitral da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF) realizada na última segunda-feira (05/11), os doze clubes na disputa começam a adiantar seu planejamento. Enquanto alguns anunciam diversos reforços, outros ainda são uma verdadeira incógnita: casos de Bolamense, Ceilândia, Formosa, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga, que pouco revelaram sobre o próximo ano.

O Bolamense é um dos maiores mistérios para a temporada 2019. Até agora, nenhuma informação sobre elenco e comissão técnica da Onça do Distrito Federal foi revelada. O Formosa segue caminho parecido. Até o momento, o Tsunami do Cerrado anunciou apenas que realizará seletivas em dezembro em busca de novos talentos para o seu plantel. Entretanto, nenhuma contratação foi oficializada pelo time goiano.

Atual campeão do Distrito Federal, o Sobradinho também está mantendo os jogadores contratados em sigilo. Porém, o Leão da Serra manteve a comissão técnica que conquistou o Campeonato Candango de 2018. Na próxima temporada, o time alvinegro será dirigido novamente por Vitor Santana, que será auxiliado por Reinaldo Gueldini. Após o título do torneio local, os atletas que foram titulares na grande final se espalharam em diversos clubes do país.

O Ceilândia também não deu muitas pistas sobre seu planejamento para 2019. Contando apenas com o Candangão no calendário do próximo ano, o Gato Preto terá o técnico Jairo Araújo, ex-Luziânia, à frente do comando técnico alvinegro. Seu auxiliar técnico será o ex-meia Rodriguinho, maior campeão do Distrito Federal com 12 taças locais no currículo. A reapresentação será em 18 de dezembro com as chegadas e os remanescentes.

O Santa Maria é outra incógnita do futebol do Distrito Federal. Sem reforços anunciados, o Diretor de Futebol José Marcelino revelou que o grupo que defenderá as cores branca e grená no Candangão se apresentará para a realização da pré-temporada em dezembro. Somente depois disso outras novidades - como a revelação dos atletas que irão compor o elenco - devem ser divulgadas pela Águia Candanga.

De volta à elite do Distrito Federal depois de 20 anos ausente, o Taguatinga também não caminhou muito do seu planejamento. O TEC está em negociações para manter o técnico Ricardo Antônio na liderança do projeto. Vice-campeã da Segunda Divisão local em em 2018, a Águia ainda não anunciou nenhum jogador oficialmente e perdeu alguns destaques da campanha do acesso - como lateral Gleissinho, que foi para o Brasiliense.

O relógio para o início do Candangão 2019 já está correndo. O início da 61ª edição do principal torneio profissional de futebol da capital federal está marcado para 26 de janeiro. Com isso, as equipes têm exatamente 78 dias para encerrar todo o planejamento antes da estreia. A maioria dos clubes que irão disputar a primeira divisão estão marcando as reapresentações para o início do mês de dezembro.