Aos 64 anos, o técnico terá sua primeira passagem pelo futebol candango
Foto: Reprodução da Internet

O Gama já tem treinador para a disputa do Campeonato Candango de 2019. Na noite desta segunda-feira (05/11), o técnico Vilson Tadei acertou para assumir o comando técnico do alviverde na próxima temporada. A informação da chegada do profissional ao Ninho do Periquito foi dada primeiramente pela Esportes Brasília e "confirmada" por Weber Magalhães, presidente do clube, ao vivo no programa Resenha E.C.

Apesar do acerto já estar encaminhado, o presidente gamense optou pela cautela e disse que o clube só irá anunciar o treinador quando o contrato estiver assinado. Nos últimos dias, Tadei vistou Brasília para conhecer a estrutura do time alviverde. O treinador já conhece, inclusive, os jogadores com quem o Gama já tem contrato assinado. A possível contratação de outros atletas para completar o elenco também já foi debatida com o treinador.

Até o momento, o clube alviverde já confirmou a chegada de quatro atletas para a disputa do Candangão 2019. Do Capital, campeão da Segunda Divisão local deste ano, o Gama trouxe o goleiro Bismarck, o atacante Wisman e o zagueiro Lúcio. Ídolo da torcida gamense, o volante Tiago Gaúcho também está confirmado no elenco da próxima temporada. Outros nomes já estão encaminhados, mas dependem da assinatura de contratos para o anúncio oficial.

Essa será a primeira passagem do treinador de 64 anos pelo futebol do Distrito Federal. Antes, Tadei fez carreira dirigindo principalmente times dos estados de São Paulo, como Olimpia, seu último clube, Linense, Monte Azul, Oeste, São Caetano e Santo André. O técnico também acumulou passagens por clubes de Minas Gerais e de Goiás. Em 2018, ele levou o Anapolina às semifinais do Campeonato Goiano.

Candangão 2019


O Campeonato Candango de 2019 será a 61ª edição organizada pela Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF). Assim como na atual temporada, o torneio terá a participação de 12 equipes: Bolamense, Brasiliense, Capital, Ceilândia, Formosa, Gama, Luziânia, Paracatu, Real, Santa Maria, Sobradinho (atual campeão) e Taguatinga.

O molde de disputa se manterá: fase classificatória, quartas de final, semifinais e final. Na primeira fase, as doze equipes jogarão entre si. As oito melhores avançarão para as quartas de final, enquanto os dois últimos colocados serão rebaixados para a segunda divisão. Na sequência, os times se enfrentarão em sistema de mata-mata até a determinação do campeão local.