Estádio recebeu 23 jogos locais no ano e será palco na próxima temporada
Foto: Fotos Públicas/Agência Brasília

Por Danilo Queiroz

Nos últimos anos, o maior problema da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF) na organização do Campeonato Candango está relacionado a regularização dos palcos do torneio. Ano após ano, as arenas da capital federal apresentam problemas que impossibilitam seu uso no torneio local. Presença constante no torneio local desde que foi reformado, o estádio Bezerrão, mando de campo do Gama, caminha para estar presente na edição de 2019.

Palco das principais conquistas do alviverde candango, o estádio Valmir Campelo Bezerra - nome oficial da arena da cidade do Gama - foi inaugurado em 1977 e passou por um ampla reforma de modernização de suas instalações, ficando interditado entre janeiro de 2006 e novembro de 2008. A reinauguração do Bezerrão foi realizada em 19 de novembro daquele ano, com uma partida amistosa entre as seleções do Brasil e de Portugal. O jogo foi vencida pela seleção canarinha por 6x2. 

Nas últimas edições do principal torneio de futebol do DF, o estádio foi palco de várias partidas com boa presença de torcedores. Mandante fixo na arena, o Gama também costuma ter a maior média de presentes nas partidas do Candangão. Na atual temporada, o jogo com maior comparecimento nas arquibancadas do local foi entre Gama e Luziânia, pela semifinal, com 3.621 lugares ocupados. O alviverde teve ainda outros cinco jogos entre os 10 maiores públicos do campeonato.

Responsável por administrar o estádio Bezerrão, a Secretaria de Estado do Esporte, Turismo e Lazer informou que atualmente o local possui plenas condições de uso. A pasta destacou ainda que o local foi utilizado como local de treinamentos pela delegação do Vasco da Gama durante passagem por Brasília para o clássico contra o Flamengo disputado em setembro e válido pelo Campeonato Brasileiro. “A manutenção permanente tem sido executada rotineiramente”, ressaltou.

Gramado e instalações terão nova manutenção em dezembro


Com os cuidados sendo realizados, as instalações e gramado do Bezerrão estão aptos para serem utilizados. Porém, novos procedimentos de manutenção no palco serão realizados durante o mês de dezembro para garantir que a arena esteja em “perfeitas condições” para receber o Campeonato Candango de 2019, ressaltou a Secretaria de Esportes, que também é responsável pela preservação de outros equipamentos do esporte local, como o Mané Garrincha e o Ginásio Nilson Nelson. 

Mantendo a casa em ordem, a pasta responsável pelo estádio da cidade se prepara para providenciar os laudos necessários para o Bezerrão receber público durante o Candangão 2019. Para isso, será necessária aprovação da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. “Já estão estão sendo providenciados os documentos necessários junto aos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) em conformidade com as exigências da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”, garantiu.

Assim, o estádio Bezerrão, mais uma vez, será um porto-seguro da FFDF no momento de montar a tabela da competição. Na última temporada do futebol profissional do Distrito federal, a arena recebeu como mandantes Gama e Santa Maria, durante o Candangão. Na Segundinha, Botafogo-DF, Legião e Capital levaram seus jogos para o local que recebeu, ao todo, 23 jogos das duas competições do futebol da capital federal, sendo o palco mais utilizado nos torneios candangos.