Quarta de cesta #1: elenco fechado e treinos a todo vapor no Universo/Brasília

Campeão da Liga das Américas, o americano Zach Graham desembarca na capital para disputar o NBB
Foto: Reprodução/Instagram
A estreia oficial na temporada se aproxima e com isso, o Universo/Brasília se organiza para fazer um bom início de competição na volta do time da capital federal no Novo Basquete Brasil (NBB). O primeiro desafio da franquia no torneio nacional será diante do Flamengo, em 15 de outubro, provavelmente no Ginásio Nilson Nelson. Os treinos visando o confronto diante dos cariocas começaram no último sábado (01/09).

Comandando pela primeira vez na carreira uma equipe no NBB, o técnico André Germano elogiou o início de trabalho da equipe, enaltecendo que os jogadores, mesmo em início de temporada, apresentaram bons índices de desempenho. "Os primeiros treinos foram para mensurar em que nível o time está. E foi muito bom, alguns jogadores estavam parados há alguns meses, mas mesmo assim se mostraram bem fisicamente, o que mostra que eles estavam se preparando antes", celebrou. 

Os primeiros trabalhos da equipe foram realizados no Ginásio da ASCEB, que deve sediar a maioria dos jogos da equipe durante o campeonato nacional. O ala Arthur garantiu que o time estará no ritmo ideal quando a temporada começar. "Foi muito legal voltar a treinar na ASCEB. O Germano já conseguiu implementar alguns conceitos que ele pretende colocar em prática. Pouco a pouco vamos apertando o ritmo dos treinos, eles vão ficando mais intensos e a gente vai chegar bem no início da temporada", destacou.

Visando intensificar os trabalhos de preparação para os jogadores chegarem no NBB na melhor condição possível, o Universo/Brasília estuda a disputa de possíveis amistosos, trazendo os atletas melhor ritmo de jogo. A buscará os possíveis adversários nos próximos dias. As datas para os jogos-treinos também serão definidas posteriormente.

Três reforços fecham o elenco para o NBB


O Universo/Brasília fechou oficialmente seu elenco para a disputa do Novo Basquete Brasil (NBB) com a contratação de mais três reforços. A equipe brasiliense se acertou com o ala/armador norte-americano Zach Graham, de 29 anos, o pivô venezuelano Windi Graterol, de 31, e o ala/pivô Andrezão, de 29 anos.

Zach Graham viveu o melhor momento da carreira defendendo o Guaros de Lara (VEN), conduzindo o time venezuelano ao inédito título da competição, alcançando ainda o posto de jogador mais valioso do campeonato. No país sul-americano, o ala/armador permaneceu no time, onde levantou o troféu de campeão da Liga das Américas, sendo eleito o melhor jogador da final da competição. Seu último time foi o Caciques de Humacao (PUE).

Com 2,03m e envergadura privilegiada, Windi Graterol foi companheiro de Zach Graham na equipe venezuelana, onde juntos conquistaram o título da Copa Intercontinental. Graterol é convocado frequentemente para a seleção venezuelana, onde alcançou êxito no Sul-Americano de 2014 e na Copa América de 2015.

O ala/pivô Andrezão disputou todas as edições do NBB e viveu grande fase defendendo as cores do Basquete Cearense, quando alcançou média de pontos superior a 12 por jogo. Em 2012, quando atuava pelo Bauru, alcançou o recorde de pontos na carreira até o momento, anotando 25 tentos em jogo contra o Araraquara. Andrezão também reeditará uma parceria em Brasília: ele trabalhou com o técnico André Germano em Bauru. 

O time da capital federal estuda também a manutenção de dois jovens jogadores para ajudar nos treinos da equipe profissional: o ala Victor Henrique, o Bosch, que fez parte do elenco do Brasília Búfalos na Liga Ouro 2018, e o pivô Iago, que já atuou no NBB e, na última Liga Ouro, jogou pelo Cerrado Basquete. 

Postar um comentário

0 Comentários