Com 100% de elenco caseiro, o time do Rock vem colhendo os frutos trabalhados há dois anos na base

Foto: Divulgação/Legião


Por Danilo Queiroz e João Marcelo

Há alguns anos, o Legião decidiu voltar aos olhos para as categorias de base para não depender da exportação de jogadores na disputa dos torneios do Distrito Federal. Seguindo o mantra “craque se faz em casa”, o clube laranja se apoiou na força de seus garotos para ficar na segunda posição do grupo B e se credenciar para brigar por uma vaga no Candangão 2019 através da semifinal da Segunda Divisão local.

Campeão do Campeonato Candango de Juniores em 2017, o Leão se credenciou para disputar a Taça BH da modalidade nesta temporada. Os garotos do rock também fizeram bonito no torneio local desta temporada e novamente chegaram à decisão, dessa vez ficando com o segundo lugar e garantindo, mais uma vez, participação na Taça BH de 2019. Muitos dos jogadores dessa safra compõem o elenco do time na Segundinha.

A diretoria do Legião chegou a cogitar não inscrever o time na Segunda Divisão. Porém, bancados por Marquinhos Carioca e pelos bons resultados alcançados em torneios de base, o clube resolveu apostar em um elenco 100% caseiro para tentar retornar à primeira divisão do Campeonato Candango em 2019. Comandados pelo experiente técnico, os meninos laranjas se destacaram e colhem os frutos do trabalho realizado. 

Além da vaga na fase decisiva da divisão de acesso - disputará a vaga com o Taguatinga -, o time também tem o artilheiro da competição. Com cinco gols anotados, o atacante Vitor Mariano se destacou e foi eleito para a seleção da rodada Craques do Candangão em duas oportunidades. Felipe, com três gols, e Wesley, com dois, também brigam pelo posto de goleador da Segundinha de 2018.

Principal incentivador do projeto caseiro, Marquinhos Carioca comemora o que já foi alcançado pelo clube na atual temporada e tira o peso do acesso dos ombros de seus comandados. “O sucesso é o trabalhar duro todos os dias. O Taguatinga não têm motivos para perder o sono, pois eles são os favoritos. Nosso adversário tem uma equipe muito qualificada e montada para subir. O Legião está aqui para aprender”, ressaltou.

Visão do Distrito do Esporte

Ponto forte: ousadia
Melhor ataque da competição, o Legião conta com a ousadia dos seus garotos para desbancar o Taguatinga e voltar ao Candangão. Com 14 gols marcados e contando com o artilheiro do torneio, o time laranja promete dar bastante trabalho ao renomado goleiro Edmar Sucuri.

Pode melhorar: defesa
Apesar de ter jogadores que se destacaram no sistema defensivo durante a temporada, o Legião precisa abrir o olho. Com sete gols sofridos, o clube tem a pior defesa entre os quatro semifinalistas e enfrentará um time perigoso.

Destaques individuais
Vitor Mariano: os números falam por si só. Com cinco gols marcados, o atacante é o artilheiro da Segundinha e principal esperança de acesso do Legião
Estevão: destaque na base do clube, o lateral também vem se mostrando um grande potencial como profissional. Fez bons jogos e é nome importante da equipe
Luigi: o meio-campo é um dos pilares do esquema tático do técnico Marquinhos Carioca. Objetivo, é um dos principais armadores de jogadas da equipe laranja.

Recado do professor - Marquinhos Carioca
“Temos que ter muita vontade de fazer diferente para cada dia podermos fazer um grande futuro para o futebol de Brasília. Gostaria que os torcedores do Legião fossem dar uma grande força para o nosso time, que vem fazendo um bom trabalho com muita alegria”