Os clubes azuis jogarão a elite do futebol candango em 2019

Arte: João Marcelo/Distrito do Esporte

Apenas dois times continuam na disputa da Segunda Divisão do Campeonato Brasiliense de Futebol: Capital e Taguatinga. Além da vaga na final, os dois retornaram à primeira divisão. Os celestes eliminaram Planaltina e Legião, respectivamente. O time do Guará não joga a primeira divisão desde 2014, quando foi rebaixado junto com o Legião. Já a equipe de Taguatinga, não disputa uma partida na primeira divisão desde 1999. Agora, as duas equipes assumem as vagas de Samambaia e Paranoá.

Os jogos decisivos ocorreram na manhã e tarde desse sábado, 22. O tradicional TEC chegou a partida com um placar favorável, havia vencido o Legião por 3 a 0 no primeiro jogo e ainda tinha a vantagem de resultados iguais. A experiência da Águia de Taguatinga prevaleceu e mais uma vitória, agora por 2 a 0, foi escrita no estádio Abadião, em Ceilândia. O Taguatinga chega a semifinal com uma excelente campanha, são cinco vitórias e um empate, com 14 gols feitos e apenas três sofridos.

A Coruja do Guará estava no mesmo grupo do Taguatinga e terminou a primeira fase com a mesma pontuação do líder, perdendo apenas na quantidade de gols feitos, nove contra oito. Se a outra semifinal não teve emoção, nesta faltou unhas para roer. O filme dirigido por Abdellatif Kechiche, "Azul é a cor mais quente", poderia ser o tema da partida do Capital, um jogo quente e com um tom azulado de sua camisa. Uma vitória simples do Planaltina, eliminava o Capital. Porém, a Coruja entrou com olhos bem abertos e empatou no estádio Diogão, em Formosa (GO). 

Campanha dos classificados


Os dois clubes finalistas estavam na mesma chave, o grupo A. O Taguatinga vinha como favorito e o Capital, franco atirador. Na primeira rodada, o TEC visitou o CFZ e venceu por 5 a 2, enquanto a Coruja foi até ao estádio Abadião vencer o Ceilandense por 2 a 1. Na rodada posterior, a Águia venceu, em um jogo apertado, o time de Ceilândia, e o Capital, folgou. A terceira rodada começou com a folga do Taguatinga e um passo importante do Capital, vitória sobre o favorito Brazlândia.

Na quarta rodada, foi o confronto entre as duas equipes, um empate sem gols e tudo para a última rodada. A quinta rodada tinha o jogo mais esperado do campeonato, Taguatinga x Brazlândia, quem vencesse, estaria na semifinal. Melhor para a azulada equipe, que venceu por 3 a 1. Do outro lado, o Capital visitava o CFZ, equipe já eliminada da competição, um vitória por 5 a 1 classificou a Coruja.

Nas semis, a Águia voou bem alto e não tomou conhecimento do Leão do Rock. Dois placares, um por 3 a 0 e outro por 2 a 0, credenciaram a equipe de Taguatinga a volta, após 19 anos, à primeira divisão da competição regional. Facilidade que não ocorreu entre Capital e Planaltina, no primeiro jogo, vitória de virada da Coruja por 2 a 1 e na partida volta, um empate em 1 a 1 deu o acesso a equipe comandada por Hugo Almeida. 

Primeira Divisão de 2019


Com a volta de Capital e Taguatinga à primeira divisão, as azuladas equipe se juntam a Bolamense, Brasiliense, Ceilândia, Formosa, Gama, Luziânia, Paracatu, Real, Santa Maria e o campeão Sobradinho. A previsão de início do campeonato está para janeiro e promete bons jogos. O atual campeão Sobradinho, irá em busca do seu quarto título. O maior campeão continua sendo o Gama (11), acompanhados de Brasiliense (9) e Brasília (8), hoje na Segunda Divisão. O Taguatinga vai tentar seu sexto título, o último em 1993, e o Capital, vai em busca de seu primeiro.