Batata comemora vice-artilharia em Goiás e mira clubes do DF para 2019

Com oito gols, Wilkerson Batata foi vice-artilheiro da Segunda Divisão de Goiás pelo Jaraguá
Foto: Divulgação/Instagram
Por Danilo Queiroz

O ano de Wilkerson Batata terminou em alta dentro de campo. Disputando a Segunda Divisão do Campeonato Goiano com a camisa do Jaraguá, o atacante marcou oito gols, livrou o time do rebaixamento para a Terceira Divisão e terminou com a vice-artilharia da divisão de acesso de Goiás. O jogador brasiliense não conseguiu superar o artilheiro Nonato, que anotou nove tentos e engatou a quarta artilharia seguida em torneios do estado vizinho.

A conquista pessoal veio em meio a um turbilhão. Neste ano, Guilherme, filho de três anos do atacante, foi diagnosticado com Leucemia e iniciou tratamento em Brasília. Com isso, Batata se desdobrava para poder ficar perto do garoto e se dedicar aos treinos. "Quero agradecer a Deus por me sustentar até aqui. Foi um dos campeonatos mais difíceis da minha vida, pois envolvia muitos fatores, mas fui abençoado em fazer os gols e livrar o Jaraguá do rebaixamento", comemorou.

Agora, com o fim da segundinha goiana, o jogador descartou dois convites de times da terceirinha local para se dedicar exclusivamente ao pequeno. "Conversei com os clubes dizendo que esse tempo vou dar ao meu filho, pois ele se encontra na UTI e vou dedicar esse tempo para ele", explicou o atacante. "Em 2018, acredito que com a recuperação do meu filho e pelo campeonato disputado vou fechar com chave de ouro", espera o jogador

Jogador aproveitará o fim de ano ao lado do filho e espera por propostas locais para 2019
Foto: Divulgação/Instagram
Após passar o fim de ano com Guilherme, Batata voltará as atenções para a próxima temporada. O atacante espera receber convites de times do Distrito Federal para poder continuar perto do menino, mas não descarta jogar em clubes do futebol goiano. "Agora é aguardar e ver qual será melhor. Tive ligações de outros estados, daqui e até de fora do Brasil,  mas não posso abandonar meu filho. Creio que por perto em 2019 consigo conciliar as coisas e fazer um bom trabalho", contou o atleta.

Em 2018, o atacante começou a temporada jogando com a camisa do Ceilândia. Porém, não fez um bom campeonato local pelo o alvinegro e deixou o clube no decorrer da competição para defender o Barretos-SP. Logo depois, Batata voltou para o Aguaína-TO, clube pelo qual passou na temporada de 2016. Em seguida, se transferiu para o Jaraguá, onde desabrochou a fazer gols e passou pelo melhor momento dentro de campo neste ano.

Postar um comentário

0 Comentários