Depois de várias temporadas e dois títulos candangos no Ceilândia, o treinador assume o Brasiliense para provar seu valor
Foto: Ceilândia E.C,
Doze dias depois de perder seu treinador, o Brasiliense contratou um novo profissional para a temporada 2019. Ex-Ceilândia, Adelson de Almeida foi o nome escolhido pela diretoria amarela para substituir o técnico Aílton Ferraz, que rescindiu seu contrato em 8 de julho para e já assumiu o Tupi-MG. Com o novo nome, o Jacaré volta a ter um comandante com experiência no futebol do Distrito Federal. A informação foi dada inicialmente pelo jornalista Marcelo Gonçalo, do DF Sports.

Há poucos dias Adelson anunciou que deixaria o comando do alvinegro candango. O treinador comandou o Gato Preto por mais de 220 partidas em cinco anos de clube. Com status de ídolo, ele conquistou os dois títulos de maior importância da história do Ceilândia: as taças dos Campeonatos Candango de 2010 e 2012. Ele ainda foi vice-campeão local em 2016 e 2017.

Além do Gato Preto, Adelson de Almeida acumula passagens por Capital e Gama no futebol do Distrito Federal. Fora de Brasília, o único clube dirigido pelo foi o Rioverdense, de Goiás. No Jacaré, o treinador reencontrará nomes conhecidos da longa passagem pelo alvinegro como o zagueiro Badhuga e o meio Felipe Cirne.

Nova chance


Essa será a segunda passagem de Adelson de Almeida pela Boca do Jacaré. Pouco tempo depois de ter sido eliminado com o Ceilândia da Série D do Campeonato Brasileiro de 2010 pelo Brasília, ele acertou com o Jacaré para a disputa da Série B daquela temporada. Porém, o treinador ficou apenas quatro dias em Taguatinga e comandou o clube amarelo somente em um jogo: derrota por 1x0 para o Coritiba na 24ª rodada da competição nacional.

"O Brasiliense foi um erro em um momento ruim da minha vida, porque tinha acabado de ser eliminado na Série D. Aquilo me abalou muito. Foi uma vaga que estava nas mãos e o Ceilândia era o melhor time do grupo", disse Adelson em 2017 em entrevista ao Jornal de Brasília. O Jacaré acabou rebaixado à Série C do Brasileirão naquele ano com o técnico Andrade, que havia sido o comandante do Flamengo campeão Brasileiro de 2009.

Nove anos depois, Adelson terá uma nova chance de brilhar à beira do gramado no comando do Brasiliense. Em 2019, o time de Taguatinga terá uma temporada bastante recheada de competições, com a disputa do Campeonato Candango, Copa do Brasil, Copa Verde e Série D do Campeonato Brasileiro.