Com três gols, Romero foi o nome da vitória do Corinthians sobre o Vasco da Gama

Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

Por João Marcelo

Na manhã deste domingo (29), Vasco e Corinthians se enfrentaram pela 16° rodada do Campeonato Brasileiro. Essa foi a 118° partida do estádio Mané Garrincha desde a sua reabertura, em maio de 2013 quando recebeu a final do Campeonato Brasiliense entre Brasília e Brasiliense. O clube carioca chegou à capital federal na 11° posição, enquanto a equipe paulista ocupava a 8° colocação, ambas com cinco vitórias.

A partida começou melhor para o Gigante da Colina, que buscava o ataque incessantemente, mas não conseguindo balançar as redes do terceiro goleiro da seleção brasileira na Copa do Mundo, Cássio. E esse foi o cenário durante quase todo o primeiro tempo, até que nos minutos finais Yago Pikachu balançou para cima de Fágner e o lateral fez falta, pênalti para a equipe cruzmaltina. O camisa 22 do Vasco soltou o raio no cantinho sem chances para Cássio, gol do Gigante da Colina e fim do primeiro tempo.

O lateral artilheiro Pikachu marca de pênalti e abre o placar para o Vasco da Gama
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte


A segunda etapa começou avassaladora para a equipe corintiana. Romero ligou o modo turbo e fez dois gols em apenas 11 minutos, sendo o primeiro quando o cronômetro marcava apenas três. Logo depois, aos 33, Jadson marca o terceiro de pênalti e Romero, no fim do segundo tempo, marcou seu terceiro gol e o quarto do alvinegro paulista. O jogo termina ao som de “olé” dos felizes torcedores do Corinthians. 

O público, de maioria vascaína, fez uma bela festa no estádio Mané Garrincha. Com uma renda de R$ 1.823.665,00 e público de 33.516 pessoas, os torcedores paulistas saíram mais felizes do maior estádio de Brasília e desta vez não teve relatos de confusão nas arquibancadas. Um jogo movimentado, com destaque para Romero, que marcou um hat-trick e foi o melhor jogador em campo.

Corinthians faz quatro gols, sendo três de Romero e sai vitorioso do Mané Garrincha
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte


Segurança bem feita no clássico


Na saída do estádio, torcedores corintianos estavam bem mais felizes que os vascaínos. "Estava bem preocupada por conta da segurança e também com o desmanche do elenco do Corinthians, mas graças a Deus o Romero, que eu tanto criticava, resolveu", disse a feliz Tainá, torcedora do Corinthians. Já para Thiago, também corintiano, fez questão de ressaltar o dia perfeito. "Cheguei preocupado com a segurança também, mas tudo correu bem e foi um jogo tranquilo. No campo, quando o Vasco fez gol, fiquei apreensivo, mas depois foi só alegria", finalizou Thiago.

Pelo lado vascaíno, tristeza pelo resultado. "Foi bem difícil hoje, começamos bem e eu achava que íamos vencer. Mas depois tudo desandou e o time perdeu a cabeça, o técnico mexeu mal também, mas paciência", disse Bruno Lopes. O torcedor carioca ainda falou à equipe do Distrito do Esporte sobre a segurança que sentiu. "Foi bem tranquilo, policiamento estava bem reforçado e não tivemos nenhum problema com isso. Vim e vou com segurança, isso é o principal, o resultado melhor deixar pra lá (risos)", pontuou.

Os torcedores Tainá e Thiago felizes e tranquilos com a partida de hoje pela manhã
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

Com o resultado, o Corinthians subiu para a 7° posição, agora com 25 pontos e é o primeiro da zona de classificação à Copa Sul-americana. O Vasco continua na 11° posição, com dois jogos a menos que os demais clubes e pode terminar a rodada na 15° posição. Agora o Corinthians recebe o Atlético-PR no sábado (4) às 21h e o Vasco vai até o estádio do Morumbi enfrentar o São Paulo no domingo (5) às 16h. O Coringão ainda tem um confronto antes da 16° rodada, o adversário é o Chapecoense pelo jogo de ida das quartas da Copa
do Brasil na quarta (01/08) às 21:45.