Ceilândia goleia Samambaia e assume a liderança
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

Por João Marcelo

O fim de semana de futebol começou cedo no estádio Abadião. A partida iniciada às 10:30 (horário de Brasília), reunia dois fortes times do grupo B. Samambaia e Ceilândia prometiam um jogo equilibrado. A cobra-cipó liderava seu grupo com duas vitórias em dois jogos, já o gato preto tinha uma vitória contra o Capital e uma derrota, contra Real. Mas o que vimos em Ceilândia foi contra toda a expectativa. Com uma vitória larga por 3 a 0, o alvinegro ultrapassa o Samambaia e assume a liderança provisória da chave.

A partida começou com pressão do Ceilândia que quase abriu o placar no primeiro minuto de jogo, mas Gandara faz uma bela defesa. O gato preto continuou com seu início avassalador e em uma cobrança de escanteio, a bola passa rente a trave. O Samambaia reage e em um contra-ataque, Hudson rola a bola para Lorran, sozinho, chutar pra fora. O lance assustou o visitante que foi ao ataque e em lance parecido com o do primeiro minuto, Sales cruzou, Alan cabeceou e Gandara, mais uma vez, salvou a equipe.

O clima de correria deu lugar a um jogo sem maiores emoções. A torcida já reclamava quando Rafael desvia a bola com a mão, o árbitro apita e pênalti para o Ceilândia. Portela cobra deslocando o goleiro Gandara e abre o placar da partida. O gol deu ânimo a equipe alvinegra e sete minutos depois do primeiro, o Ceilândia faz seu segundo gol. João Brasil cobra falta, o zagueiro do Samambaia tenta cortar e atrapalha o goleiro. Gandara fica caído e causa preocupação em todos. O lateral do Samambaia, Edwards, reclama com o árbitro e toma cartão amarelo. O camisa 1 é substituído por Felipe e o primeiro tempo caminha pro fim sem alterações no placar.

Ceilândia joga dentro de casa, mas como visitante.
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte

As equipes regressam para a segunda etapa e a cobra-cipó vem a todo vapor em busca do empate. Logo aos quatro minutos Rafael cabeceia com perigo e por pouco não diminui. Um minuto depois foi a vez do Samambaia reclamar de um pênalti, após uma lambança da zaga, mas o árbitro manda prosseguir a partida. A equipe de verde e branco continua com sua pressão e perde a chance de diminuir com duas faltas próximas a entrada da área do Ceilândia.

O jogo caminhava para o 2 a 0 quando Amorim achou Warley livre dentro da área, o camisa 7 finalizou no canto direito de Felipe, que nada pode fazer. O Ceilândia faz seu terceiro e último gol na partida. Com o resultado, o gato preto assume provisoriamente a liderança do grupo B. O Samambaia cai para segundo por conta do saldo de gols, 2 contra 3 do Ceilândia. Na próxima rodada, o Ceilândia recebe o Gama, enquanto o Samambaia visita o Cruzeiro.

Um fato que chamou a atenção foi a entrada do presidente do Samambaia Futebol Clube, Neimar Trindade Frota, no campo de jogo. Enquanto o jogo estava parado, o dirigente adentrou ao gramado sem permissão da arbitragem e pressionou o auxiliar. Reclamou bastante e saiu do campo discutindo com a torcida do Ceilândia. Foi até a arquibancada onde se encontrava a torcida Camisa 13 e bateu boca com diversos torcedores, sendo contido por outros dirigentes do Samambaia.

Dirigente discute fervorosamente com torcedores na arquibancada.
Foto: João Marcelo/Distrito do Esporte


FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Samambaia 3 x 0 Ceilândia
Local: Estádio Abadião.
Data e hora: 09/06/2018, 10:30.

SAMAMBAIA FUTEBOL CLUBE

Escalação: Gandara (Felipe); Edwards, Rafael, Lucas, Guilherme; Cristiano, Thiago, Jaison (Thiaguinho), Gilson; Hudson, Lorran.
Técnico: Val Baiano

Gol: não houve.
Cartão amarelo: Cristiano e Edwards.
Cartão vermelho: não houve.

CEILÂNDIA ESPORTE CLUBE

Escalação: Christian; Sales (Levi Viana), Luan, Portela, Bolt (Fernando); Moisés, Caio (João Vitor), Vinícius (Ícaro), João Brasil (Thiago Levi); Warley, Alan (Pedro Amorim).
Técnico: Leonardo Roquete

Gols: Portela (31|1T), João Brasil (38|1T) e Warley (37|2T).
Cartão amarelo: Luan, Bolt, Moisés e Fernando.
Cartão vermelho: não houve