Flamengo comemora mais uma vitória no campeonato brasileiro.
Foto: Mayara Alves/Distrito do Esporte

Por João Marcelo 

O início do jogo já contou com reclamações contra a arbitragem. Logo aos três minutos de jogo, Gilberto cai dentro da área e pede pênalti. O árbitro da partida não deu nada e a torcida tricolor reclama. O Fluminense continua atacando, buscando sempre Gilberto pelo lado direito. Porém, os cruzamentos do camisa 2 tricolor não surtiram efeito. A equipe flamenguista desperta e Vinícius Júnior começa a aparecer. Em um lindo lance da joia do Flamengo, o ponta corre pela linha de fundo, dá uma bonita caneta em Renato Chaves e cruza. Henrique Dourado se joga na bola, mas só raspa a redonda e sai pela linha de fundo.

O clube rubro-negro chega novamente ao ataque. Rodinei faz cruzamento para a área, a zaga tira e a bola sobra para Vinícius Jr. Ele domina, chuta de fora da área e Julio César faz uma boa defesa. Aos 18, Lucas Paquetá dá carrinho e recebe o primeiro cartão amarelo do jogo. O jogo continua movimentado e em um cruzamento para a área do Fluminense, Marlos Moreno se antecipa e sofre pênalti. Henrique Dourado bate com a categoria de sempre e faz 1 a 0 para o rubro-negro carioca. Acaba o jejum do atacante rubro-negro.

A partida esquenta e Gilberto dá carrinho em Éverton Ribeiro, princípio de confusão e amarelo pro lateral tricolor. A ousadia da jovem dupla do Flamengo aparece com mais frequência no jogo. Lucas Paquetá balança para cima do zagueiro Gum. O defensor tira a bola e após o fim do lance, vai dar uma dura no jovem jogador. No fim do primeiro tempo a torcida tricolor reclama de uma cotovelada e um chute que Rodinei teria desferido em João Carlos. Bola rolando novamente. No último lance da partida Gilberto chutou prensado e Diego Alves botou para escanteio. A zaga do Flamengo tira mal e Jadson chuta forte, Léo Duarte se joga na frente da bola e Fluminense tem novo escanteio. O tricolor cobra, a zaga tira e o árbitro encerra o fim do primeiro tempo.

Henrique Dourado encerra jejum de gols pelo Flamengo, justamente contra seu ex-clube.
Foto: Simone Monteiro/Distrito do Esporte

Recomeça a partida e o Abel Braga já vem com duas mudanças. Saem Renato Chaves e Sornoza e entram Pablo Dyego e Matheus Alessandro. O Fluminense vem com uma postura diferente em busca do empate. Em uma jogada na linha de fundo Jadson tenta cruzar rasteiro, mas acaba dando um chute pro gol e Diego Alves encaixa. O tricolor ainda tentava o empate e Douglas solta um chute forte de fora da área. Novamente Diego Alves faz a defesa. Aos 10 minutos de jogo, o tricolor faz sua terceira e última alteração. Pablo Dyego, que tinha acabado de entrar, sente um desconforto e dá lugar a Robinho.

A torcida brasiliense começou a gritar por Felipe Vizeu. Aos 22, ela vai ao delírio quando Maurício Barbieri chama o jovem atacante. O escolhido foi Henrique Dourado, que saiu aplaudido pela torcida vermelha e preta. A alegria deu lugar a apreensão quando Rhodolfo cai e os médicos entram. Ele é levado de maca e dá lugar a Thuler. Renê, que havia puxado Rhodolfo para dentro de campo com o intuito de paralisar o jogo,toma cartão amarelo pela atitude. Dois minutos depois foi a vez de Matheus Alessandro ser amarelado, o atacante tricolor matou o contra-ataque rubro-negro.

O cronômetro marcava 33 minutos quando Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá fazem linda tabela. O camisa 7 do Flamengo acha Felipe Vizeu livre, que se enrola com a bola, mas consegue tirar do goleiro e marcar o segundo gol da equipe. O gol animou muito a torcida rubro-negra e calou a tricolor. O Fluminense ainda tentou diminiur, Matheus Alessandro driblou bem a zaga do Flamengo e bateu por gol. A bola desvia e é escanteio para o tricolor. A torcida flamenguista, em estado de completo amor com o clube, gritou olé até o árbitro apitar o fim da partida. Final de jogo no Mané Garrincha e o Flamengo derrota o Fluminense por 2 a 0.

Felipe Vizeu comemora com seus companheiros o segundo gol do Flamengo com dancinha.
Foto: Mayara Alves/Distrito do Esporte


A equipe flamenguista encara o Paraná domingo às 19h, no estádio Maracanã e pode a ser última partida de Vinícius Júnior. O Fluminense viaja a Belo Horizonte para jogar contra o Atlético Mineiro também no domingo, porém às 16h. Com os resultados da 10° rodada, o Flamengo continua líder do campeonato com 23 pontos e o tricolor cai para a 10° posição, com 14 pontos.

FICHA TÉCNICA 

Flamengo 2 x 0 Fluminense
Local: Mané Garrincha
Hora: 20:00
Público e Renda: 59.987 pagantes, 60.000 presentes. R$ 3.177.575,00

CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO

Escalação: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rhodolfo (Thuler), Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro; Marlos Moreno (Jean Lucas), Vinícius Júnior, Henrique Dourado (Felipe Vizeu).
Técnico: Maurício Barbieri

Gols: Henrique Dourado (28|1T) e Felipe Vizeu (33|2T)
Cartão amarelo: Renê e Lucas Paquetá
Cartão vermelho: não houve.

FLUMINENSE FOOTBALL CLUB

Escalação: Julio César; Gum, Renato Chaves (Pablo Dyego) (Robinho), Luan Peres, Gilberto, Marlon; Douglas, Jadson, Sornoza (Matheus Alessandro); João Carlos.
Técnico: Abel Braga

Gols: não houve
Cartão amarelo: Gilberto, Robinho, Richard, Matheus Alessandro e Marlon.
Cartão vermelho: não houve

ARBITRAGEM
Dewson Fernando Freitas da Silva
Helcio Araújo Neves
Heronildo Sebastião Freitas da Silva
Luis Diego Nascimento Lopes