Eliminados, mas valorizados: veja nomes que poderiam ser úteis a Brasiliense e Ceilândia na série D

Nomes experientes e promessas: destaques do Candangão podem ter oportunidade na Série D

Agora, apenas quatro times continuam vivos na disputa do Campeonato Candango de 2018. Portanto, várias outras equipes já deram adeus a competição local e acabaram ficando sem calendário para o restante da temporada. Com isso, vários destaques desses times estão procurando novas camisas para vestir.

O Distrito do Esporte, com base na escolha do perfil Craques do Candangão, mostra os nomes que se destacaram no Candangão e que estão à procura de novas camisas para a temporada. Times como Ceilândia e Brasiliense, que ainda tem o Brasileiro da Série D pela frente, são as alternativas para que esses jogadores não precisem mudar de estado e continuem representando o futebol do Distrito Federal.

Goleiros
Victor Brasil (Gama) - Após início instável, o goleiro gamense se encontrou no Candangão e pode ser bom nome para os rivais que vão para a Série D. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em duas oportunidades.

Uoston (Samambaia) - Apesar de ter sido rebaixado para a Série B do Candangão com a Cobra Cipó, Uoston se mostrou um verdadeiro paredão e fez defesas importantes na primeira fase. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em duas oportunidades.

Laterais
Vitinho (Paranoá) - Mesmo com a queda no fim do campeonato, Vitinho foi um dos destaques individuais da Cobra Sucuri. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em uma oportunidade.
Murilo (Gama) - Com a queda precoce do Gama, vários jogadores ficam disponíveis no mercado. Regular, o lateral Murilo é um deles. Acumulou duas indicações para a Seleção da Rodada Craques do Candangão.

Zagueiros
Lúcio (Gama) - O pentacampeão mundial disputou seu primeiro campeonato em sua terra natal. Terminou o Candangão criticado pelos gamenses, mas pode ser um bom nome para os elencos de quem disputará a Série D. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em duas oportunidades.
Vitor Hugo (Real) - Vitor Hugo é um dos nomes de maior identificação com o Real. O capitão defendeu o time nos dois últimos torneios locais sempre com boas atuações. Apareceu na Seleção da Rodada Craques do Candangão em três escolhas.

Volantes
Baiano (Real) - experiente e com passagens pela Seleção Brasileira. Baiano fez um bom Candangão com a camisa auri-anil, marcando gols importantes, e pode ser um bom nome para a temporada. Foi escolhido três vezes para a Seleção da Rodada Craques do Candangão.
Robston (Gama) - o volante foi um dos pilares da campanha gamense no Candangão. Nome importante, fez alguns gols e se destacou no torneio local. Figurou quatro vezes na Seleção da Rodada Craques do Candangão.
Tarta (Gama) - polivante, o volante é outro jogador do Gama que fez um Candangão acima da média, marcando gols e sempre aparecendo em todas as posições que o time precisava. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em duas oportunidades.

Meias
Thompson (Santa Maria) - assim como todo o time da Águia, fez um péssimo início de competição, mas acima da média do time. Foi um nome importante na arrancada final que valeu a permanência na primeira divisão. Pode ser um bom nome para compor elenco. Apareceu uma vez na Seleção da Rodada Craques do Candangão.
Fábio Gama (Gama) - quinto nome do alviverde na lista, Fábio Gama foi um dos destaques individuais gamenses na competição. Eficiente no ataque, foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão em duas rodadas.
Weslley Brasília (Formosa) - depois de uma passagem frustrante no Samambaia, o experiente jogador fez boas atuações no Tsunami do Cerrado. Foi indicado para a Seleção da Rodada Craques do Candangão duas vezes.

Atacantes
Cardoso (Formosa) - o atacante chegou ao Tsunami do Cerrado já no fim da primeira e em pouco tempo se tornou um dos pilares da equipe. Sempre consistente, marcou gols importantes e destoou na equipe. Figurou na Seleção da Rodada Craques do Candangão três vezes.
Paulo Renê (Paracatu) - foi o artilheiro do Candangão durante boa parte do torneio, porém, saiu da Águia por problemas com o elenco. Fez bastante falta ao time na eliminação para o Brasiliense. Apareceu na Seleção da Rodada Craques do Candangão. Apareceu na Seleção da Rodada Craques do Candangão quatro vezes.
Amoroso (Samambaia) - mesmo com a queda da Cobra Cipó, Amoroso teve lá um certo destaque ao ser artilheiro do time. Pode ser bem útil em elencos para a Série D. Apareceu na Seleção da Rodada Craques do Candangão uma vez.
Daniel (Real) - um dos principais nomes do Leão do Planalto, o atacante se destacou com gols e boas atuações. Tanto que foi indicado duas vezes para Seleção da Rodada Craques do Candangão.
Roberto Pitio (Gama) - chegou após a primeira fase e disputou somente dois jogos com a camisa gamense. Fez um gol (chegou a guardar outro, mas em impedimento) e mostrou que pode ser útil em qualquer time.

Postar um comentário

1 Comentários

Comente a notícia