Em partida movimentada, Ceilândia joga bem, mas perde para o Avaí e está fora da Copa do Brasil


Mesmo jogando com bastante vontade, o Ceilândia não conseguiu segurar o Avaí e foi eliminado da Copa do Brasil ao empatar por 3x2. O jogo foi disputado no estádio Abadião. Os gols da partida foram marcados por Vavá, para o Gato Preto, e por Rômulo e Luanzinho, para o Leão Catarinense. A torcida do alvinegro também fez bonito e lotou boa parte das arquibancadas do estádio Abadião.

O Gato Preto iniciou a partida dando mostras de que não estava na Copa do Brasil a passeio e que daria bastante trabalho ao time catarinense no confronto. Logo aos 4 minutos da primeira etapa do duelo, Vavá recebeu na entrada da área e bateu no canto do goleiro Maurício Kozlinski, que se atirou, mas não conseguir impedir o gol dos brasilienses.  Mesmo com a vantagem no placar, o time contiuou insistindo em busca de aumentar a vantagem no placar. Antes mesmo do relógio chegar aos 15 minutos, o alvinegro chegou ao gol do rival em pelo menos duas boas oportunidades, mas Adriano e Didão finalizaram sem força.

Mesmo com a insistência do Ceilândia, foi o Avaí quem chegou ao gol de empate. Maurinho fez boa jogada pela direita e cruzou na área. A bola passou por toda a defesa do alvinegro e chegou nos pés de Romulo, que apenas teve o trabalho de deslocar o goleiro Wendell: 1x1, placar que bastava ao clube catarinense. Precisando do resultado, o Gato Preto chegou ao ataque em pelo menos três oportunidades, mas sem conseguir marcar.

Na segunda etapa, o Ceilândia conseguiu marcar bem a equipe do Avaí, fazendo com que os catarinenses não chegassem com perigo nos primeiros 20 minutos. Porém, o Gato Preto também não conseguia criar oportunidades que assustassem o goleiro Kozlinski. 

Mesmo com a insistência do alvinegro, foi o Avaí quem chegou ao gol da virada. Luanzinho abriu espaço e bateu bonito de fora da área. O goleiro Wendell bem que tentou, mas não conseguiu pegar o chute, que saiu com bastante efeito e colocou o Leão na frente do placar.

Com a necessidade de buscar o resultado, o Ceilândia passou a ocupar ainda mais o campo dos catarinenses na tentativa de reverter o prejuízo. Nos 15 minutos finais do jogo, o alvinegro insistiu em cruzamentos e chegou bem em alguns chutes de fora da área, assustando Kozlinski em alguns momentos. O Avaí teve boas oportunidades em contra-ataque, mas não aproveitou. 

Aos 44 minutos, a pressão deu resultado. Depois de bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para o chute de Emerson Martins. Vavá desviou a trajetória da bola e colocou no fundo da rede. Após o gol, o time do Distrito Federal se lançou com tudo para o ataque aos gritos de "eu acredito" da torcida alvinegra. Porém, o Avaí se segurou e ainda marcou o terceiro em contra-ataque com Luanzinho. O resultado que eliminou o Gato Preto. A torcida reconheceu o esforço do time e aplaudiu ao apito final.

Com a classificação, o Avaí pegará o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, na segunda fase da Copa do Brasil. O jogo ainda não tem data para acontecer. Já o Gato Preto volta as atenções exclusivamente para o Campeonato Candango. Na próxima quarta-feira (14/02), o alvinegro volta a campo para disputar o clássico contra o Brasiliense pela sexta rodada do torneio local.

CEILÂNDIA
Wendell: Dudu Lopes, Cauê, Cocada e Elivelto; Didão, Emerson Martins, Gago  (Allan Dellon) e Adriano; Formiga (Ronan) e Vavá.

Técnico: Adelson de Almeida

AVAÍ
Mauricio Kozlinski, Fagner Alemão, Airton, Betão e João Paulo; Judson, André Moritz, Marquinhos (Luanzinho) e Martinuccio (Lourenço); Romulo e Maurinho (Getúlio).

Técnico: Claudinei Oliveira

Postar um comentário

0 Comentários