Brasiliense vira para cima do Gama e se aproxima do rival na tabela


A sexta-feira de Carnaval foi marcada pelo maior clássico do Distrito Federal. Brasiliense e Gama agitaram a noite de festa brasiliense no Mane Garrincha. E a comemoração no fim do jogo foi amarela. Em jogo movimentado, o Jacaré venceu o Periquito, por 2x1, de virada, e se aproximou do rival na tabela do Campeonato Candango.

O Gama começou melhor o 56º clássico da história e com 7 minutos de partida abriu o placar. Após rebatida da zaga amarela, a bola sobrou para Fernandinho, que da entrada da área apenas rolou para a chegada de Wanderson, que bate rasteiro no cantinho. 

O Brasiliense só conseguiu chegar ao gol alviverde aos 30 minutos, com chute que não deu trabalho para o goleiro Léo. Entretanto, o time chegou ao empate aos 40 minutos com Nunes. Após Badhuga sofrer a pênalti, o artilheiro deslocou o goleiro alviverde para decretar a igualdade.


Na descida para os vestiários houve confusão. Jogadores do Brasiliense e dirigentes do Gama entraram em confronto ao final do primeiro tempo e causaram bastante emurra-empurra. A segurança precisou agir para evitar mais problemas entre os envolvidos.

Com o clima mais calmo, o segundo tempo marcou a virada do time amarelo. Aos 34 minutos, Nunes recebeu a bola no campo de ataque e achou Filipe Cirne livre na entrada da área alviverde. O meia não perdoou e fez o gol que garantiu a virada e o triunfo do Jacaré.

No fim do jogo, mais cenas lamentáveis. Desta vez por parte dos torcedores do Gama, que atiraram bombas dentro do gramado do Mané Garrincha. Durante o jogo, os reservas do Brasiliense reclamaram que os alviverdes estavam atirando objetos da arquibancada.

É importante lembrar que a 5ª rodada foi a última do prazo concedido pela Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF) para que os torcedores organizados se "comportassem" nos estádios. Em caso de qualquer problema, os cartolas da FFDF ameaçaram acionar o Ministério Público para impedir que as facções frequentassem os estádios do DF.

Com o resultado, o Brasiliense continuará ostentando uma sequência de três anos sem derrotas para o Gama. Na tabela do Candangão, o Gama continua na vice-liderança, com nove pontos, enquanto o Jacaré chegou aos 7 pontos e subiu para a sexta posição.

Na próxima rodada - que será disputada no meio da próxima semana -, o Gama recebe o Santa Maria, no estádio Bezerrão, na quinta-feira (15/02), às 20h. Já a partida do Brasiliense contra o Ceilândia foi adiada devido a participação do Jacaré na Copa Verde. O time entrará em campo no mesmo dia para enfrentar o Atlético-ES, às 20h30, no Mané Garrincha. A equipe amarela precisa vencer para se classificar.



BRASILIENSE 2
Bruno Fuso, Patrick, Wallace, Badhuga e Mário Henrique; Aldo, Souza, Gabriel e Romarinho; Nunes e Reinaldo. 

Técnico: Rafael Toledo



GAMA 1
Léo, Murilo, Lúcio, Jacó e Rafinha; Wagner, Tarta, Robston e Gordo; Fernandinho e Fábio Saci. 

Técnico: Ricardo Antôniot

Postar um comentário

0 Comentários