Reviravolta: Ceilândia esbarra na PM e torcida não comparecerá ao Abadião



O Ceilândia bem que tentou, mas não poderá contar com o apoio do público na decisão desta tarde contra o Corumbanse-MS, pela Copa Verde, nesta quarta-feira, às 16h. O clube confirmou no início da tarde que não conseguiu resolver todas as pendências para liberar os laudos de segurança do estádio Abadião. Com isso, a torcida do Gato Preto não poderá comparecer para apoiar o time em busca da classificação.




De acordo com a assessoria de imprensa do alvinegro, os problemas relacionados ao laudo de segurança do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-DF) foram sanados. Porém, novas solicitações feitas pela Polícia Militar (PM-DF) travaram a liberação do Abadião. 




Na tarde de terça-feira, o clube havia anunciado através do Twitter que o público estava liberado para o duelo de logo mais, porém, a exigência feita pela PM não foi resolvida a tempo. Inicialmente, a Confederação Brasileira de Futebol havia estabelecido que o clube deveria apresentar os laudos de segurança do Abadião até a última sexta-feira, o que não foi feito. 




O Rorizão, em Samambaia, também continua como incógnita. A Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF) continua na tentativa de deixar o estádioem condições de receber a partida entre Samambaia e Brasiliense, válida pelo Candangão, marcada para o próximo sábado (27/1), às 16h. Desta vez, quem está intercedendo na busca da liberação dos laudos de segurança da arena é o vice-governador do DF, Renato Santana.




Segundo a assessoria de comunicação da FFDF, Santana solicitou “empenho” aos órgãos de segurança envolvidos na liberação da arena. Agora, os setores envolvidos estão correndo contra o tempo para deixar o estádio em condições de receber público.




Vale lembrar que o presidente do Samambaia, Neimar Frota, continua irredutível na ideia de transferir o mando de campo do clube para a cidade de Urucuia (MG), localizada a 300 KM de Brasília. O mandatário, inclusive, ameaçou não mandar o time a campo caso a solicitação não seja atendida. Até o momento, a FFDF continua indicando a partida para o Rorizão.